header-blog-do-EAD

Blog do EAD

Como passar no vestibular depois de anos sem estudar?

Postado em 4 de fev de 2019

Não é de se estranhar que quem não estuda há muito tempo sinta algum tipo de insegurança quando pensa em voltar a encarar um exame. Afinal de contas, nem tudo permanece na ponta da língua e mesmo que você não lembre o que cai no vestibular, esse conhecimento está aí guardado na sua cabeça.

Ou seja, o tempo longe dos estudos não precisa ser visto como impeditivo. Por isso, neste post, trazemos algumas dicas para mostrar como recuperar o que você aprendeu quando ainda estava no colégio e descobrir como passar no vestibular e encarar a prova sem medo!

 

1. Acredite no seu cérebro 

Você já fez isso antes, e muito, lembra? Passou anos e anos assimilando informações e transformando-as em conhecimento, desde que colocou o primeiro pezinho no jardim de infância. Daí pra frente, ensino fundamental, ensino médio, cursinhos, aulas de idiomas, e a lista só aumenta.

Mesmo assim, por motivos como dificuldades para estudar e trabalhar, só pra dar um exemplo, muitas pessoas interrompem suas capacitações depois do ensino médio. Com isso, seu cérebro também começa a pensar mais em como pagar as contas do que como resolver algum problema complexo de Física.

Pois bem, é hora de ligar seu chip dos estudos novamente. E não comece pensando que, porque passaram alguns anos, você perdeu sua capacidade de aprender: o que você tem que ativar mais uma vez é a sua motivação. De fato, a neurociência afirma que aprender com 35 anos não é muito diferente de quando você tinha 18, mais importante é a dedicação.

O aprendizado precisa de duas coisas: repetição e esforço. É como fazer exercícios, só que com a mente. Se uma pessoa que pratica esportes só atinge seu máximo potencial com disciplina e superação, por que com os estudos seria diferente? 

 

2. Leia os editais para saber o que estudar para o vestibular

Quem leva o retorno aos estudos a sério não pode deixar de ter o edital do vestibular “debaixo do braço”. Ainda que nem tudo o que é descrito neste documento caia na prova, no listado de cada matéria aparece tudo o que você tem que estudar para o vestibular.

Ao consultar o edital, você verá quais áreas a prova abrange. Os processos seletivos mais tradicionais apresentam questões sobre Ciências Humanas e Linguagens, Matemática e Ciências da Natureza. Conferir as especificidades da prova que você vai fazer é um dos primeiros passos para orientar seus estudos e descobrir como passar no vestibular. 

Uma das dificuldades é saber quais os conhecimentos mais cobrados todos os anos. Sem essa informação, é possível se sentir meio perdido sobre o que é mais importante.

Alguns assuntos são mais recorrentes que outros e aparecem todos os anos, outros são pedidos de tempos em tempos, por isso, continue a leitura e veja como resolver essa questão.

 

3. Consulte provas de anos anteriores

O edital é apenas o primeiro indicador para que você descubra o que estudar para o vestibular. Para ter mais clareza quanto a isso, você deve consultar provas de anos anteriores. Uma forma de fazer isso é por meio de buscas na internet.

Uma pesquisa assim permite que você conheça as temáticas mais recorrentes do teste e se familiarize com o estilo da prova (formato das questões, linguagem, utilização ou não de recursos como charges e gráficos, etc). Afinal de contas, se você vai enfrentar esse desafio, precisa saber o máximo possível sobre ele.

Você também pode responder às questões, praticando com simulados, como forma de testar seus conhecimentos e exercitar a memória. Provas de anos anteriores têm o gabarito para você saber o que acertou e, ao conferir as respostas, você descobrirá as matérias e assuntos que precisa reforçar.

 

4. Monte um cronograma de estudos

O cronograma de estudos é uma boa dica para você que quer descobrir como passar no vestibular. Sabendo quais conteúdos você precisa estudar, o próximo passo é gerenciar seu tempo para fazer suas leituras e exercícios com tranquilidade até o dia da prova.

Dizem que fazer listas para ajudar na organização permite que você “esqueça” das coisas. A lógica é: se está anotado e planejado, você não precisar ficar o tempo todo lembrando de tudo o que tem que fazer. O cronograma é uma lista, só que organizada no tempo. Genial, não?

Por isso, o cronograma também funciona como aliado contra o estresse pré-prova. O planejamento de estudos contribui para que você tenha clareza de que terá tempo o suficiente para recuperar o que aprendeu e partir em busca de uma vaga no Ensino Superior.

Você pode recorrer à boa e velha agenda de papel ou buscar soluções mais tecnológicas, como o Google Agenda ou utilizando outra ferramenta para a criação de um cronograma online. 

 

5. Busque materiais de estudo online

Acompanhando nossas dicas neste post, você percebeu que a internet é uma boa fonte de respostas para a pergunta "como passar no vestibular?".

Há uma infinidade de materiais de estudo disponíveis online. Fazendo buscas simples, você encontrará apostilas, videoaulas em sites especializados e em canais do YouTube, além de fóruns para troca de dicas e resoluções de questões.

Por outro lado, é tanta a diversidade de informação que isso pode deixar o estudante um pouco confuso. Neste sentido, é preciso escolher os melhores conteúdos da web para saber como estudar para o vestibular sem correr o risco de usar fontes pouco fiáveis e prejudicar os estudos. Pesquise, consulte, experimente e siga sua jornada com base em informação certificada!

 

6. Aposte em apps de estudos

Se você está familiarizado com o universo digital dos aplicativos, vai gostar de saber que existem soluções especialmente desenvolvidas para mostrar a você como estudar para o vestibular.

Um desses apps é o estuda.com que está disponível para uso diretamente pelo computador ou para download em seu smartphone. Nele, você encontra questões e simulados de provas do Enem ― o Exame Nacional do Ensino Médio ― e de outras provas do país.

E ainda, no app você pode acompanhar o seu desempenho e descobrir como passar no vestibular se dedicando mais às áreas em que você apresentar mais dificuldades.

Você sabia que uma das partes mais importantes do vestibular é a redação? Então não deixe de saber como fazer uma boa redação dissertativa!

Blog do EAD

Por Blog do EAD

Gostou deste conteúdo? Compartilhe com seus amigos!