header-blog-do-EAD

Blog do EAD

Trabalhar ou estudar? Eita decisão difícil!

Postado em 14 de fev de 2019

Trabalhar ou estudar? Essa pergunta é feita por milhares de brasileiros que veem no ensino superior um degrau a mais para uma carreira de sucesso. Afinal, as empresas estão cada dia mais exigentes e contar apenas com os conhecimentos do ensino médio não é mais garantia de empregabilidade.

Embora muitas vezes pareça um esforço enorme, estudar e trabalhar ao mesmo tempo é possível e é algo feito por muita gente. Quer saber como essas pessoas dão conta de conciliar trabalho e estudos? Continue a leitura e confira nossas dicas!

 

1. Organize seu tempo

Para trabalhar e estudar ao mesmo tempo, é preciso ser uma pessoa organizada. O melhor é criar um cronograma de estudos, no qual você coloca somente os horários em que está disponível para essa atividade e já define se deve se dedicar à leitura, pesquisas, elaboração de trabalhos ou revisão.

Além dos horários para trabalhar ou estudar, defina também horários para comer e ir dormir. Tente evitar outras atividades cortando o tempo de estudos ao meio.

 

Não perca: Ainda dá tempo de estudar para o vestibular!

 

Deixe para sair com os amigos, ir à academia ou dedicar-se a hobbies logo depois do trabalho ou depois de estudar. Inclua datas de provas e apresentações no cronograma em cores diferentes, como lembretes.

 

2. Peça a colaboração da família

Quem trabalha fora costuma estudar a matéria em casa nos tempos livres, para chegar à aula pronto para participar. Entretanto, nem sempre a família colabora como deveria. O que fazer nestes casos?

Primeiramente, consiga um espaço organizado e silencioso para estudar. Então, converse com seus familiares e avise que, quando você estiver estudando, não pode dar atenção às pequenas coisas do dia a dia.

 

Fique atento: Saiba como organizar seu tempo para trabalhar, estudar e cuidar da família

 

Se for possível deixar uma porta fechada, para evitar intromissões, feche-a. Limite seu espaço. Deixe redes sociais e WhatsApp em modo silencioso, para que não haja outras distrações. Sua concentração deve estar totalmente focada nos estudos.

 

3. Escolha uma graduação a distância

Além do período que você passa no trabalho, tem o tempo que você gasta no deslocamento entre casa e empresa e vice-versa, certo? Ao cursar uma graduação presencial, ainda haverá o deslocamento até a faculdade. Que tal encurtar isso?

A graduação EAD é a solução sob medida para quem precisa conciliar trabalho e estudos. Essa modalidade de ensino permite que você estude em casa, no trabalho, em uma biblioteca ou na casa de amigos, por exemplo.

 

Leia também: Afinal, estudar a distância é mais fácil ou mais difícil?

 

Com essa flexibilidade, você pode organizar a sua rotina de estudos mais facilmente e conciliar as atividades da graduação com o trabalho, sem prejudicar nenhum dos dois.

Se a semana é corrida, dá para você assistir às aulas do EAD no sábado e no domingo. É só cuidar para não deixar a matéria acumular! 

 

4. Use a tecnologia

Para quem está em dúvida entre trabalhar ou estudar, mas quer mesmo fazer os dois, a tecnologia é uma grande aliada. Atualmente, existem aplicativos que ajudam a organizar o tempo e desenvolver hábitos, facilitando a criação de uma rotina de estudos.

Você pode usar o Google Calendar, que é acessível tanto no computador quanto no celular; o Evernote, que traz uma série de recursos, como compartilhamento de atividades; e o Todoist, que também é um aplicativo de gerenciamento de tarefas. 

Optando por uma graduação a distância, as facilidades são ainda maiores. Todo o material disponibilizado pela universidade fica disponível 24 horas por dia e pode ser acessado de qualquer lugar.

Assim, você pode assistir aulas enquanto vai para o trabalho de ônibus, resolver exercícios no intervalo do almoço e participar de chats e fóruns por meio do celular.

 

5. Faça amigos

Quem precisa conciliar trabalho e estudos pode acabar com uma rotina complicada e ter momentos de estresse ou desânimo.

Para combater esses sentimentos, conte com a ajuda dos amigos da faculdade, que entendem as exigências da graduação e motivam a continuar no curso. Eles também ajudam na hora de fazer aquele trabalho difícil ou de buscar oportunidades profissionais.

Para quem opta pelo ensino EAD, os amigos são virtuais: é possível conversar no chat da turma e trocar contatos. Em alguns formatos de EAD, também é possível ter acesso ao campus, o que torna a socialização mais fácil.

 

Tire a dúvida: Como funciona o EAD?

 

Os colegas de faculdade também integram seu networking, afinal, em breve todos terão a mesma profissão. Essas conexões profissionais são grandes aliadas de quem está no início da carreira. 

 

6. Conheça as opções de desconto

Muitas instituições de ensino mantêm programas de bolsas de estudo para quem deseja ingressar na faculdade, mas não tem orçamento suficiente para pagar as mensalidades.

Dessa forma, você pode pesquisar quais instituições de ensino oferecem vestibular de bolsas, por exemplo. Trata-se de uma modalidade de vestibular em que os melhores classificados ganham descontos de até 100% para cursar a faculdade.

A nota do Enem também pode render descontos nas mensalidades. Se você foi bem no exame, procure saber quais instituições têm processos seletivos e de concessão de bolsas de estudos baseados na média alcançada no Enem.

 

7. Mantenha a perseverança

Sabemos que trabalhar e estudar ao mesmo tempo não é tão fácil. Porém, também não é tão difícil. Portanto, coloque seus objetivos pessoais e profissionais em primeiro lugar e mantenha a perseverança. O que são quatro anos de um esforcinho a mais perto de uma vida inteira em uma carreira de sucesso?

Para você ter uma ideia da diferença que uma graduação pode fazer na sua vida, um estudo do IBGE informou que, quem conclui o ensino superior no Brasil, pode ganhar até 2,5 vezes mais do que quem parou de estudar no ensino médio.

Isso significa que, se hoje você ganha R$ 1.000,00, com uma graduação completa você vai ganhar aproximadamente R$ 2.500,00. Dependendo, claro, do curso superior que você escolher, pois existem carreiras, como a Engenharia, que pagam muito mais do que isso!

Viu que você não precisa escolher entre trabalhar ou estudar? Com essas dicas fica muito mais fácil encontrar um curso que cabe no seu bolso e na sua agenda!

E por falar nisso, que tal começar a fazer essa escolha agora mesmo? Conheça os tipos de curso para fazer na faculdade!

Blog do EAD

Por Blog do EAD

Gostou deste conteúdo? Compartilhe com seus amigos!