header-blog-do-EAD

Blog do EAD

Seis dicas para curtir a Festa de São João em casa

Postado em 11 de jun de 2021

Quadrilha, chapéu de palha, pé de moleque, quem não está com saudade da Festa de São João?

O mês de junho começa e as lembranças das brincadeiras, músicas e comidas típicas de São João invadem nossa mente. Com a pandemia da Covid-19,  ainda não será possível organizar as tradicionais Festas de São João neste ano.

Apesar disso, ainda é possível curtir e entrar no clima da data de forma segura. Pensando nisso, separamos seis dicas para aproveitar a Festa de São João em casa. Confira:

1- Decore sua casa

Uma das características mais marcantes da Festa de São João é a decoração colorida. Você pode transformar a sua casa em um arraial!

Bandeirinhas coloridas, toalhas quadriculadas e balões de papel podem ser utilizados na decoração. Confira abaixo algumas ideias para se inspirar:

 

 

 

2- Prepare receitas típicas

Tem como pensar em São João e não lembrar das comidas típicas da data? Seja milho verde, pipoca, queijadinha, pamonha, canjica, bolo de fubá ou pé de moleque, são diversas as opções de pratos para o São João.

Abaixo, trazemos três receitas para você testar em casa. Confira:

BOLO DE FUBÁ

Você vai precisar de:
3 ovos inteiros
2 xícaras (chá) de açúcar
2 xícaras (chá) de fubá
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
1/2 copo (americano) de óleo
1 copo (americano) de leite
1 colher (sopa) de fermento em pó

Para preparar, é só misturar todos os ingredientes no liquidificador até a massa ficar lisa e homogênea. Depois, despeje a massa em uma forma untada e leve para assar em fogo médio por 40 minutos.

QUEIJADINHA

Você vai precisar de:
1 lata de leite condensado
2 gemas peneiradas
3 colheres de queijo ralado
1 xícara de coco ralado
Para preparar o prato, comece misturando o leite condensado com as gemas até um creme ficar consistente. Depois disso, adicione queijo e coco ao creme. Por fim, asse a mistura em forminhas forradas com papel manteiga por 30 minutos.

PÉ DE MOLEQUE

Você vai precisar de:
500 g de amendoim
1 xícara de açúcar
1 lata de leite condensado

Para preparar a receita, o primeiro passo é torrar o amendoim e retirar a casca. Depois, coloque o amendoim em uma panela e acrescente o açúcar e o leite condensado. Leve ao fogo e mexa até começar desgrudar do fundo da panela. Em seguida, despeje a mistura em uma forma untada com óleo. Deixe esfriar e corte em quadradinhos.

Receitas retidas do portal Tudo Gostoso.

3- Monte uma playlist com músicas de São João

Outra característica marcante da Festa de São João são as músicas. O xote, o xaxado, o baião e o forró são os ritmos que compõem a trilha sonora da data.

Prepare uma playlist especial com algumas músicas clássicas para animar seu arraial em casa. Segue algumas sugestões:

4 - Adapte brincadeiras clássicas de São João

As brincadeiras também são marca registrada das celebrações de São João. Mesmo em casa, é possível adaptar e realizar algumas brincadeiras tradicionais. Confira nossas sugestões:

TIRO AO ALVO

Para fazer essa brincadeira, você vai precisar de pelo menos seis latas vazias, uma bola média e papéis coloridos para decoração.

As latas devem ser empilhadas em cima de uma mesa. Os participantes devem tentar derrubar as latas em três tentativas de arremesso da bola. Ganha a brincadeira quem derrubar mais latinhas no total.

RABO DO BURRO

Para essa brincadeira, você vai precisar de um burro de papel, que pode ser feito em casa ou comprado pronto, e um rabo feito de fitas colorida e velcro. O burro deve ser colocado em um painel.

Os olhos dos participantes são vendados, e eles devem ser girados algumas vezes para perder a noção de direção. Depois disso, o objetivo é encontrar o cartaz com o burro e colar o rabo mais próximo do local em que deveria estar.

DANÇA DA LARANJA

Essa brincadeira é bem simples e só precisa de algumas laranjas para ser executada. Em duplas, segurando uma laranja na testa, os participantes devem dançar fazendo todos os esforços para não deixar a fruta cair no chão.

Cada dupla que deixa a laranja cair, sai do jogo. Vence quem aguentar mais tempo com a fruta.

5- Assista filmes que lembrem o clima de São João

Que tal fazer uma sessão de cinema na sua Festa de São João em casa? Separamos quatro filmes para entrar no clima da data. Confira:

Capa do filme O Auto da CompadecidaO AUTO DA COMPADECIDA
O filme narra as aventuras de João Grilo e Chicó, dois nordestinos pobres que vivem de golpes para sobreviver.
Eles estão sempre enganando o povo de um pequeno vilarejo no sertão da Paraíba, inclusive o temido cangaceiro Severino de Aracaju, que os persegue pela região. Somente a aparição da Nossa Senhora poderá salvar a dupla de seus pecados.

 

Capa do filme Gonzaga de Pai pra FilhoGONZAGA - DE PAI PARA FILHO  
Esse é o filme para conhecer a trajetória do Rei do Baião, Luiz Gonzaga, e a sua relação com seu filho, Gonzaguinha, dois símbolos da Música Popular Brasileira
Na produção, conhecemos mais sobre a trajetória de pai e filho, entendo como a música os uniu e os distanciou ao mesmo tempo.

 

Capa do filme Viva São JoãoVIVA SÃO JOÃO
Neste documentário, o compositor Gilberto Gil acompanha o cineasta Andrucha Waddington até o Nordeste do Brasil.
Vários personagens, cantores e pessoas do público local são entrevistadas, fazendo sempre um paralelo sobre a história das festas de São João e sua importância para a comunidade local.

 

Capa do filme Lisbela e o PrisioneiroLISBELA E O PRISIONEIRO
O filme conta a história divertida do malandro e conquistador Leléu e da mocinha sonhadora Lisbela, que adora ver filmes americanos e sonha com os heróis do cinema. Lisbela está noiva e de casamento marcado, quando Leléu chega à cidade. O casal se encanta e passa a viver uma história de amor cheia de personagens tirados do cenário nordestino. Lisbela e Leléu vão sofrer pressões da família, do meio social e também com as suas próprias dúvidas para concretizar esse amor.

6- Explore a literatura com a temática de São João

Além dos filmes, uma ótima forma de aproveitar a data é se aproximar da literatura com temática de São João.

Nossa sugestão é montar um sarau de poemas, recitando alguns dos principais que envolvem o tema.

Confira nossa seleção:

NOITE DE SÃO JOÃO

O poema “Noite de São João ” foi publicado por Fernando Pessoa, sob o pseudônimo de Alberto Caeiro, na obra “Poemas Inconjuntos”. Confira:


NOITE DE SÃO JOÃO

Noite de S. João para além do muro do meu quintal.

Do lado de cá, eu sem noite de S. João.

Porque há S. João onde o festejam.

Para mim há uma sombra de luz de fogueiras na noite,

Um ruído de gargalhadas, os baques dos saltos.

E um grito casual de quem não sabe que eu existo.

O poema “Profundamente”, de Manuel Bandeira, foi publicado na obra “Estrela da Vida Inteira”. A poesia traz memórias do eu lírico sobre a noite de São João.

PROFUNDAMENTE

Quando ontem adormeci

Na noite de São João

Havia alegria e rumor

Vozes cantigas e risos

Ao pé das fogueiras acesas.

No meio da noite despertei

Não ouvi mais vozes nem risos

Apenas balões

Passavam errantes

Silenciosamente

Apenas de vez em quando

O ruído de um bonde

Cortava o silêncio

Como um túnel.

Onde estavam os que há pouco

Dançavam

Cantavam

E riam

Ao pé das fogueiras acesas?


— Estavam todos dormindo

Estavam todos deitados

Dormindo

Profundamente.



Quando eu tinha seis anos

Não pude ver o fim da festa de São João

Porque adormeci.



Hoje não ouço mais as vozes daquele tempo

Minha avó

Meu avô

Totônio Rodrigues

Tomásia

Rosa

Onde estão todos eles?

— Estão todos dormindo

Estão todos deitados

Dormindo

Profundamente.

SÃO BERNARDO 

No romance São Bernardo, publicado em 1934, Graciliano Ramos descreve uma festa de São João:

Nas noites de S. João uma fogueira enorme iluminava a casa de seu Ribeiro. Havia fogueiras diante das outras casas, mas a fogueira do major tinha muitas carradas de lenha. As moças e os rapazes andavam em redor dela, de braço dado. Assava-se milho verde nas brasas e davam-se tiros medonhos de bacamarte. O major possuía um bacamarte, mas o bacamarte só se desenferrujava pelos festejos de S. João.  CAPÍTULO VII

O AMANUENSE BELMIRO

No romance O Amanuense Belmiro, publicado em 1937, o escritor Cyro dos Anjos descreve, no capítulo 16, memórias sobre uma festa de São João:

Quando vi a fogueira, passei ao largo, com medo de que os meninos
me atirassem bombinhas. Mas, mesmo de longe, pude apreciar esse São João alegre e buliçoso, cheio de balões e de vozes gratas da infância.

[...]

Por que, afinal, essa fogueira, esse balão que se queima no ar e os
foguetes, que vão atrás dos balões, hão de fazer-me inclinar sobre mim mesmo, para viajar pelo tempo afora, perdidamente, em busca de um balão que as monções carregaram para outras latitudes? Vã tentativa de reintegração de porções que se desprenderam da alma nesse trajeto imenso. Em cada ramo à beira do caminho ficou um pouco de nossas vestes e é inútil voltar, porque os bichos comeram os trapos que o vento não levou.

[...] CAPÍTULO 16 "UM SÃO JOÃO QUE VAI LONGE"

Conclusão

Mesmo que ainda não possamos nos reunir e celebrar o São João da forma tradicional, é possível trazer um pouco da data para nossas casas.

Com as nossas dicas, garantimos um arraial tão divertido e envolvente quanto o original.

E conta para a gente: o que não pode faltar no seu São João?

Blog do EAD

Por Blog do EAD

Gostou deste conteúdo? Compartilhe com seus amigos!