header-blog-do-EAD

Blog do EAD

Qual profissão escolher: a que dá satisfação pessoal ou a que dá dinheiro?

Postado em 27 de mar de 2019

Dinheiro ou felicidade, o que importa mais? Anos atrás, decidir qual profissão escolher com base no ganho salarial parecia ser mais comum. Atualmente, o assunto cede espaço para conceitos como o de propósito e o de prazer na vida profissional.

A questão, porém, é que a preocupação com o dinheiro é normal porque precisamos de uma boa renda para cumprir com obrigações e realizar sonhos, mas essas necessidades não devem transformar o trabalho em algo extremamente desgastante.

Com tudo isso em mente, resolvemos fazer este post para ajudar você a refletir sobre qual profissão seguir e o que considerar para essa decisão, para além dos resultados de um teste vocacional online. Vamos lá?

 

Vale a pena escolher a profissão pensando apenas no que dá prazer?

"Profissionais mudam de carreira em busca de mais realização pessoal". Se você fizer uma busca pela internet, encontrará outros conteúdos semelhantes ao desta matéria. Atualmente, a busca por profissões que agreguem valor para além do lado financeiro tornou-se mais comum.

Também por essa razão, histórias de jovens que largaram tudo para viajar e encontrar novas oportunidades de trabalho parecem tão inspiradoras (e até são!). A questão é que, seja quais forem os seus planos, é interessante ter os pés no chão.

Como mencionamos anteriormente, a preocupação com o dinheiro está atrelada às obrigações que precisamos cumprir e com aquilo o que desejamos realizar. O cenário ideal é buscar a independência financeira para isso, sendo importante que a sua reflexão sobre qual profissão escolher não ignore fatores como a situação do mercado de trabalho e os salários para cada área.

 

E quanto ao dinheiro, é válido pensar apenas nele para fazer uma escolha?

Quando mencionamos a preocupação com o dinheiro, consideramos questões como a necessidade de manter as contas em dia e a realização de sonhos e desejos, como viajar, comprar um carro ou simplesmente sair com os amigos. A verdade é que ninguém quer passar o aperto de viver com a conta no vermelho e criar dívida atrás de dívida, certo?

Assim, do outro lado da moeda existem aqueles que consideram o alto salário de um cargo acima de qualquer coisa. Há familiares que reforçam a cobrança nesse sentido e, sem dar espaço para o debate sobre qual profissão escolher, forçam os filhos a escolher uma formação universitária que seja altamente promissora ou que esteja relacionada à carreira dos pais.

Por um lado, o plano pode dar certo e ajudar a manter a conta bancária sempre bem verde, mas o universo do trabalho é estressante até mesmo para aqueles que escolhem uma profissão que lhes dê prazer. Agravar essa situação colocando-se em uma rotina de 8h diárias fazendo algo que você não gosta pode não valer a pena. 

 

Que tal manter o equilíbrio?

Felicidade, satisfação e sucesso são conceitos que têm significados diferentes para cada pessoa. Enquanto algumas pessoas julgam que ter sucesso é ser o CEO de uma grande empresa e ganhar muito dinheiro, outras acreditam que sucesso é ter mais tempo para se dedicar à família ou a outras atividades desvinculadas do trabalho.

Nesse sentido, é fundamental fazer uma análise profunda sobre qual é o tipo de vida que você quer levar e, a partir disso, definir qual profissão pode lhe oferecer o que você busca. Eis algumas dicas que você pode seguir para encontrar a melhor maneira de saber qual profissão seguir:

 

Identifique seu propósito

Propósito é aquela atividade para a qual nascemos, aquilo de que gostamos independentemente de ganhar dinheiro ou não. Para identificar seu propósito, pense da seguinte maneira:

Imagine que você ganhou na loteria e não precisa mais se preocupar com dinheiro. Todas as suas contas e necessidades serão pagas. O que você faria se essa condição existisse?

Viajar, cuidar de animais, criar uma empresa, estudar aquilo que não se ensina nas faculdades, são algumas ideias. Identifique isso em você.

 

Defina suas prioridades

O que é prioridade na sua vida? O que vai realmente te fazer feliz?

Com base no seu propósito e naquilo que é mais precioso para você, faça uma lista de prioridades. Onde ficam os altos salários? Será que esse é o item número um da sua lista?

Enumere as prioridades e comece a explorar as possibilidades que você tem de conseguir aquilo que é mais importante para você por meio de uma profissão.

Digamos que a causa animal seja algo importante na sua vida. Você pode optar por ser veterinário, zootecnista ou biólogo, por exemplo.

 

Ajuste seu orçamento

Uma vez que você tenha descoberto a profissão que deseja seguir, pesquise sobre a média salarial do profissional. Vários sites apresentam esse tipo de informação, inclusive por estado.

Conhecendo a média salarial da sua futura profissão, você já pode prever o seu orçamento e confrontar o que vai receber pelo seu trabalho com seus gastos mensais.

O valor recebido é suficiente para pagar todas as suas contas e ter uma margem de sobra para o lazer e alguma emergência? Se sim, ótimo. Você já tem a solução. Se não, parta para a próxima dica.

 

Encontre outras formas de ganhar dinheiro

Quando pesquisamos sobre uma determinada profissão, é comum nos depararmos com as principais ocupações dos profissionais formados nessa área. Entretanto, é possível encontrar outras formas de ganhar dinheiro para complementar a renda.

Aulas particulares, marketing de afiliados, revisão de trabalhos acadêmicos, criação de aplicativos para celular, consultoria, entre outras atividades, podem ser conciliadas com a sua atividade principal e trazer aquele dinheiro adicional que você precisa.

Em algumas profissões, é possível realizar atendimentos particulares por meio de videoconferência, como no caso da Psicologia, da Nutrição e da consultoria empresarial. Assim você usa o tempo vago para praticar sua profissão e ainda gerar a grana extra de que precisa.

Você pode, inclusive, transformar um hobby em uma fonte de dinheiro. Se você gosta de marcenaria, por exemplo, por que não criar algumas peças e vendê-las na internet? O mesmo pode ser feito com qualquer tipo de artesanato.

Percebeu como é possível escolher uma profissão que dá prazer e ainda ganhar dinheiro? Então não perca mais tempo, tome sua decisão e prepare-se para o vestibular!

Blog do EAD

Por Blog do EAD

Gostou deste conteúdo? Compartilhe com seus amigos!