bg-img.jpg

Blog do EAD

Conheça os tipos de cursos para fazer na faculdade e escolha o seu!

Postado em 16 de nov de 2018

Você está prestes a ingressar na faculdade, mas ainda não conhece os tipos de cursos disponíveis para quem deseja fazer o ensino superior? Pois chegou ao lugar certo!

Neste artigo, apresentamos a você os tipos de cursos superiores que podem ser feitos por quem está a caminho da primeira graduação e também para aqueles que desejam voltar a estudar para ter uma formação mais completa e alinhada com o mercado.

Confira!

 


Bacharelado

O bacharelado é um dos tipos de cursos mais tradicionais entre os que são oferecidos nas faculdades brasileiras.

De acordo com o Censo da Educação Superior 2016, elaborado pelo Ministério da Educação (MEC), 61,5% das matrículas no ensino superior acontecem nessa modalidade.

Os bacharelados costumam durar entre quatro e seis anos e promover uma formação generalista, ou seja, o aluno tem formação teórica e prática que o prepara para atuar em diferentes setores de sua área profissional.

A formação mais ampla do bacharelado permite que o profissional formado atue tanto no mercado de trabalho quanto na pesquisa acadêmica. Muitos estudantes, inclusive, iniciam suas carreiras como pesquisadores durante a graduação.

Alguns exemplos de cursos de bacharelado são Administração, Direito, Jornalismo, Ciência da Computação e Engenharia.

 

Licenciatura

Ainda segundo o Censo de Educação Superior 2016 do MEC, 20% das matrículas em faculdades são feitas em cursos de licenciatura. Esse também é um dos tipos de cursos mais tradicionais, ao lado do bacharelado. 

A diferença entre o bacharelado e a licenciatura, entretanto, é que a licenciatura prepara os profissionais para dar aulas no ensino básico, faixa da educação que vai do primeiro ano do ensino fundamental até o terceiro ano do ensino médio. 

Nesse tipo de faculdade, o aluno, além de aprender os conteúdos de sua área, a exemplo de Letras, Matemática, Biologia e Educação Física, também conhece metodologias de ensino que o preparam para realizar as atividades de professor.

Disciplinas como didática, história da educação e aprendizagem de jovens e adultos fazem parte da grade curricular dos cursos de licenciatura, oferecendo uma formação completa para quem deseja atuar como professor.

No entanto, o fato de ter uma formação pedagógica não impede o aluno de um curso de licenciatura de atuar no mercado de trabalho assim como os bacharéis.

Profissionais de Letras podem atuar como tradutores ou revisores de textos em editoras. Matemáticos encontram vagas em empresas de pesquisas de mercado e instituições financeiras. Biólogos têm espaço garantido em instituições governamentais e privadas.

 

Curso Superior de Tecnologia (Tecnólogo / Tecnológico)

O Curso Superior de Tecnologia, também conhecido como Tecnológico, é um dos tipos de cursos mais novos, tendo sido regulamentado em 2002.

Essa modalidade de ensino já responde por 17,8% das matrículas em faculdades. Entre 2015 e 2016, o ingresso em cursos tecnológicos aumentou 2,8%. Ambas as informações foram apontadas no Censo de Educação Superior 2016 do MEC.

 

Leia também: Profissão tecnólogo: quais são as opções?

 

Oferecendo conteúdos mais específicos e voltados às necessidades do mercado de trabalho, os cursos tecnológicos são ideais para quem quer se inserir rapidamente em uma carreira ou deseja validar conhecimentos práticos que já possui. Por isso, sua duração é menor: de dois a três anos, dependendo do curso.

A ideia dos cursos superiores de tecnologia é atender especificidades do mercado que os cursos de bacharelado e licenciatura não proporcionam. Por esse motivo, é comum vermos cursos tecnológicos inovadores e bastante segmentados, como é o caso de Processos Gerenciais e Gestão do Agronegócio.

 

Como escolher entre os tipos de cursos superiores?

Quando chega o momento de escolher o curso ideal para a graduação, é fundamental ter claro quais são seus objetivos profissionais.

A decisão mais fácil está entre ser professor ou não, pois o bacharelado e os cursos tecnológicos não habilitam de imediato o aluno para ministrar aulas.

Por outro lado, se depois de terminar um bacharelado ou curso superior de tecnologia você queira dar aulas, basta realizar uma pós-graduação ou então cursar o PROFORM, que é um curso de curta duração que prepara esses profissionais para ministrar aulas.

Entre o bacharelado e o curso superior de tecnologia, você deve levar em consideração o tempo de formação e a especificidade da carreira. Quem se forma em Administração, por exemplo, pode atuar em segmentos como marketing, logística, recursos humanos e finanças, entre outras.

Já quem faz um Curso Superior de Tecnologia em Gestão Financeira ou Recursos Humanos, terá toda a sua formação focada nisso, sem a amplitude de conhecimentos do bacharelado. Por outro lado, o egresso de um curso tecnológico sai um especialista na área, um diferencial que é bastante valorizado pelo mercado de trabalho atual.

Todas as modalidades ― licenciatura, bacharelado e tecnológico ― permitem que o estudante realize concursos públicos e se credencie a órgãos regulamentadores, como o CFA - Conselho Federal de Administração. Além disso, o diploma conferido às três modalidades é reconhecido em todo o território nacional.

 

Concluindo

Neste post, você conheceu os tipos de cursos que pode fazer no ensino superior.

O bacharelado é generalista e prepara o profissional para diferentes áreas de atuação. A licenciatura, por sua vez, é ideal para quem deseja dar aulas na educação básica. 

Já o curso superior de tecnologia, o chamado tecnólogo, é adequado para quem deseja adquirir capacitação prática para ingressar mais rápido no mercado de trabalho.

Sabendo dessas informações, agora você pode escolher a opção que mais se aproxima dos seus objetivos profissionais e acadêmicos. Mas, não pare por aí!

Além de saber se você quer cursar bacharelado, licenciatura ou tecnólogo, é preciso decidir entre um curso presencial e um EAD. Já pensou nisso? Confira o que é melhor, faculdade presencial ou a distância!

Blog do EAD

Por Blog do EAD

Gostou deste conteúdo? Compartilhe com seus amigos!